1500

Chegada dos portugueses ao Brasil

Chegada dos portugueses ao Brasil

1532

Implantação de sistema administrativo na Colônia com a criação das Câmaras Municipais

Implantação de sistema administrativo na Colônia com a criação das Câmaras Municipais

1730

Ocorrem as primeiras expedições do mestre de campo João da Silva Guimarães

Ocorrem as primeiras expedições do mestre de campo João da Silva Guimarães

1730 a 1752 – Ocorrem as primeiras expedições do mestre de campo João da Silva Guimarães, com autorização do rei D. João V, no intuito de conquistar e dominar os índios Mongoiós e Imborés. Mesmo incursionando pela região dos rios Pardo e de Contas, o mestre de campo não obteve sucesso.

1782

João da Silva Guimarães organiza uma bandeira composta de 50 homens

João da Silva Guimarães organiza uma bandeira composta de 50 homens

João da Silva Guimarães organiza uma bandeira composta de 50 homens, dentre os quais o Capitão-mor João Gonçalves da Costa e os filhos deste, Capitão Antônio Dias Miranda e o Sargento-mor Raimundo Gonçalves da Costa. Bandeirantes e índios Mongoiós se confrontam num lugar chamado Batalha. No local, foi erguida uma capela em homenagem a N. S.ª das Vitórias.

1785

Criação do Arraial da Conquista por João Gonçalves da Costa, bandeirante sertanista.

Criação do Arraial da Conquista por João Gonçalves da Costa, bandeirante sertanista.

1803

Início da construção da Igreja Matriz

Início da construção da Igreja Matriz

Terreno foi doado pelo Coronel João Gonçalves da Costa e João Mendes da Cunha

1810

O Arraial da Conquista se emancipa de Rio de Contas

O Arraial da Conquista se emancipa de Rio de Contas

1817

Passagem do Príncipe Maximiliano de Wied-Neuwied pelo Arraial da Conquista

Passagem do Príncipe Maximiliano de Wied-Neuwied pelo Arraial da Conquista

Maximiliano esteve no Brasil no início do século XIX, onde estudou a flora, a fauna e as populações indígenas. Foi o autor de “Viagem ao Brasil”, publicado por volta de 1820 com detalhadas descrições sobre tudo o que pôde observar

1820

Instalação da Vila de Caetité

Instalação da Vila de Caetité

Com isso o Arraial da Conquista passou a ser seu distrito, recebendo o nome de Distrito da Vitória

1822

Independência do Brasil.

Independência do Brasil.

7 de setembro

1824

Promulgada a primeira Constituição do Brasil

Promulgada a primeira Constituição do Brasil

A carta constitucional foi encomendada pelo imperador Dom Pedro I.

1828

Sancionado o Regimento das Câmaras Municipais

Sancionado o Regimento das Câmaras Municipais

lei de 1º de outubro de 1828, que trouxe mudança nas atribuições das Câmaras Veja mais em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lim/lim-1-10-1828.htm

1832

Criada a primeira escola pública de Conquista

Criada a primeira escola pública de Conquista

Segmentada em "escola de meninos" e "escola de meninas". A educação resumia-se fundamentalmente a ensinar a ler, escrever e contar.

1840

Desmembramento da Vila de Caetité

Desmembramento da Vila de Caetité

Com o desmembramento da Vila de Caetité, em 19 de maio de 1840, o Distrito da Vitória é elevado à condição de Vila e passa a se chamar Imperial Vila da Vitória. Em 9 de novembro é instalada a Câmara Municipal, cujo primeiro presidente foi Luiz Fernando de Oliveira

1854

Epidemia de cólera

Epidemia de cólera

Ocorre uma grande epidemia de cólera na região, principalmente em Conquista e Condeúba.

1860

A Vila Imperial da Vitória perde Condeúba,

A Vila Imperial da Vitória perde Condeúba,

Região é desmembrada de seu território.

1882

Poções é desmembrado de Conquista.

Poções é desmembrado de Conquista.

1889

Cidade de Conquista

Cidade de Conquista

Por ordem do governo republicano, com a intenção de extinguir a memória imperial, a Vila Imperial da Vitória passa a ser chamada de Cidade de Conquista

1891

Instalação da Comarca de Conquista

Instalação da Comarca de Conquista

1891 Ano de instalação da Comarca de Conquista. Em primeiro de julho ocorre oficialmente a elevação da Vila da Vitória à categoria de cidade, que recebe o nome de Conquista. Naquele ano, Conquista possuía duas escolas públicas e seis particulares.

1895

Tragédia do Tamanduá

Tragédia do Tamanduá

Ocorre na região do município de Belo Campo - então distrito da Imperial Vila da Vitória - uma grave disputa entre famílias, que resultou na morte de mais de vinte pessoas. O episódio ficou conhecido como "Tragédia do Tamanduá"

1909

Introdução do gado zebu na região

Introdução do gado zebu na região

Durante muitos anos a pecuária foi a principal fonte econômica, sendo a agricultura basicamente de subsistência (cultivo de feijão, milho, mandioca). Esta veio a se fortalecer na década de 1940, com a intensificação do comércio de produtos hortifrutigranjeiros

1910

Começa a circular o jornal local chamado "A Conquista"

Começa a circular o jornal local chamado "A Conquista"

1910

É fundado o primeiro jornal de Conquista: "A Palavra"

É fundado o primeiro jornal de Conquista: "A Palavra"

1911

Começa a circular o jornal local chamado "A Conquista"

Começa a circular o jornal local chamado "A Conquista"

De Hormindo Fernandes da Cunha, com a colaboração de José de Souza Dantas, Euclídes Dantas e Bráulio Borges

1911

São realizadas eleições para intendente, conselheiro e juiz de Paz

São realizadas eleições para intendente, conselheiro e juiz de Paz

Candidatos à intendência: Cel. Gugé; Cel. Francisco Soares de Andrade, apoiado por Pompílio Nunes; e o professor Reinaldo Casemiro Rodrigo da Silva. Saiu vitorioso Cel. Gugé com 301 votos contra 205 de Francisco Soares de Andrade e 114 do professor Reinaldo Casemiro. A situação (Maximiliano Fernandes e Cel. Gugé) fez ainda a maioria dos conselheiros e juízes de paz. O grupo do Cel. Gugé se revezou no poder durante anos. Entre 1911e 1917 dois jornais serviram de porta vozes às duas facções políticas, Peduros (Situação) e Meletes (Oposição). Contra o Cel. Gugé, o jornal "O conquistense"; a seu favor "A palavra", publicado por Maneca Grosso

1912

Demolição do Barracão

Demolição do Barracão

É demolido o Barracão, localizado na antiga Rua Grande, local onde funcionava a feira livre, aos sábados

1918

O grupo do Cel. Gugé é nomeado para presidir o Partido Republicano Democrata da Bahia

O grupo do Cel. Gugé é nomeado para presidir o Partido Republicano Democrata da Bahia

O grupo do Cel. Gugé é nomeado para presidir o Partido Republicano Democrata da Bahia, em Conquista, grupo este ligado a J. J. Seabra, governador da Bahia que inaugurou a política seabrista, vigorada por 12 anos consecutivos. Com a morte do Cel. Gugé, o grupo se desarmoniza, começando uma rivalidade política que seria popularmente chamada de guerra entre "Meletes" e "Peduros"

1918

O Artigo de Maneca Grosso

O Artigo de Maneca Grosso

Um artigo de Maneca Grosso, do jornal A Palavra, de 19 de dezembro, provocou a ira entre os Meletes. O artigo relatava a libertação de um perigoso preso, Manoel de Arruda, numa emboscada feita pelos Meletes. Tudo, segundo Maneca Grosso, com o apoio do juiz, Dr. Antônio José de Araújo, acusado de querer transformar Conquista em Canudos

1919

O Assalto à Maneca Grosso e Cirilo Rodrigues

O Assalto à Maneca Grosso e Cirilo Rodrigues

O clima violento alcançou o mês de janeiro quando, no dia cinco, Maneca Grosso e seu amigo Cirilo Rodrigues, em viagem para a Fazenda “Baixa do Arroz”, foram assaltados por um grupo de homens armados, dentre eles, Manuel Arruda e Dudu Fiança. Cirilo Rodrigues foi assassinado e Maneca Grosso impiedosamente espancado. À época, correram boatos que a ordem era assassiná-lo também

1919

Epidemias

Epidemias

A cidade é acometida por duas epidemias: gripe espanhola e varíola

1919

Empresa de Luz Elétrica de Conquista

Empresa de Luz Elétrica de Conquista

Conquista era iluminada apenas por lampiões instalados nas principais ruas, os quais eram apagados às 22h. Para resolver o problema os "Capitalistas", grupo de investidores locais, fundam a “Empresa de Luz Elétrica de Conquista" e compram um motor para gerar luz elétrica

1925

Primeiro Automóvel

Primeiro Automóvel

Chega o primeiro automóvel em Conquista

1926

Associação Comercial da Cidade

Associação Comercial da Cidade

Fundação da primeira Associação Comercial da Cidade

1926

É aberta a estrada de rodagem Conquista-Jequié

É aberta a estrada de rodagem Conquista-Jequié

A partir disso, as mercadorias, antes transportadas em lombo de burro, passam a ser conduzidas em caminhões. A estrada foi aberta pela Companhia Rodoviária de Conquista, de iniciativa particular e inaugurada no ano seguinte, 1927

1927

Rádio Clube de Conquista

Rádio Clube de Conquista

Inauguração da “Rádio Clube de Conquista”, primeira emissora de rádio da cidade

1927

Primeiro Carnaval de Conquista

Primeiro Carnaval de Conquista

Comemoração do primeiro Carnaval de Conquista. Chamado de "micarene", foi organizado por Hilbebrando Alves da Rocha (Déo Rocha). O carnaval foi animado pelo cordão "Desculpe o Mau Jeito", acompanhado de vários instrumentos musicais e marchinhas. Posteriormente, o cordão foi transformado no bloco "Mensageiro da Folia", que desfilou até 1933

1929

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense, tendo como presidente o Cel. Deraldo Mendes Ferraz e outros membros como Júlio Guimarães Lacerda, Laurindo Brasil e Bruno Bacelar. O partido era de oposição à política nacional e à municipal, esta, naquele momento, era chefiada por Régis Pacheco

1929

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense

Fundado o Diretório do Partido Liberal Conquistense, tendo como presidente o Cel. Deraldo Mendes Ferraz e outros membros como Júlio Guimarães Lacerda, Laurindo Brasil e Bruno Bacelar. O partido era de oposição à política nacional e à municipal, esta, naquele momento, era chefiada por Régis Pacheco

1930

Revolução de 24 de Outubro

Revolução de 24 de Outubro

Embora Júlio Prestes e Vital Batista tenham sido eleitos para presidente da República e vice, respectivamente, ambos foram depostos pela Revolução. Getúlio Vargas assumiu a presidência

1930

Instalação do Banco Econômico

Instalação do Banco Econômico

Foi a primeira agência bancária do município

1932

Primeira visita de um chefe de estado à Vitória da Conquista

Primeira visita de um chefe de estado à Vitória da Conquista

O Interventor Federal da Bahia, Tenente Juracy Magalhães, foi recepcionado no antigo Paço Municipal. Na oportunidade, prometeu a Conquista um prédio escolar (Barão de Macaúbas)

1932

Políticos locais são presos

Políticos locais são presos

acusados de apoiarem a Revolução Constitucionalista, que ocorria em São Paulo. Dentre eles, Régis Pacheco, Argeu Ferreira, Joaquim Viana, Justino Gusmão entre outros. As prisões procuravam diminuir o prestígio político dessas personalidades. Sem provas, eles foram soltos

1932

Políticos locais são presos

Políticos locais são presos

acusados de apoiarem a Revolução Constitucionalista, que ocorria em São Paulo. Dentre eles, Régis Pacheco, Argeu Ferreira, Joaquim Viana, Justino Gusmão entre outros. As prisões procuravam diminuir o prestígio político dessas personalidades. Sem provas, eles foram soltos

1935

Construção do Grupo Escolar Barão de Macaúbas

Construção do Grupo Escolar Barão de Macaúbas

Promessa de Juracy Magalhães em visita a Conquista em 1932. Tempos depois o prédio foi demolido, dando lugar à construção do Fórum João Mangabeira

1937

O golpe político de Getúlio Vargas

O golpe político de Getúlio Vargas

O golpe político de Getúlio Vargas, instalação do “Estado Novo”, atingiu em cheio Conquista: o então prefeito Florentino Mendes de Andrade perdeu o cargo, sendo Joaquim Fróis de Caires Castro nomeado seu substituto, no dia 20 de novembro de 1937. Com a dissolução do Congresso Nacional, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, como todas as demais no Brasil, permaneceram em recesso de 1937 a 1945. Nesse intervalo, a investidura no Poder Executivo, em todo o país, ocorreu mediante nomeação, sem qualquer participação das câmaras municipais

1938

Nomeação de Régis Pacheco

Nomeação de Régis Pacheco

Nomeação de Régis Pacheco para o cargo de prefeito de Conquista. Ele governaria o município por todo o “Estado Novo”

1938

Nomeação de Régis Pacheco

Nomeação de Régis Pacheco

Nomeação de Régis Pacheco para o cargo de prefeito de Conquista. Ele governaria o município por todo o “Estado Novo”

1939

Nascimento de Glauber Rocha

Nascimento de Glauber Rocha

Nasce, em Vitória da Conquista, o cineasta Glauber Rocha, primeiro filho de Adamastor Bráulio Silva Rocha e Lúcia Rocha. Glauber foi um dos fundadores do Cinema Novo e autor de filmes premiados internacionalmente

1940

São abertas as estradas leste-oeste

São abertas as estradas leste-oeste

São abertas as estradas leste-oeste (Ilhéus-Lapa) e norte-sul (Rio/Bahia), que deram um novo impulso ao município

1940

Inauguração do Ginásio de Conquista

Inauguração do Ginásio de Conquista

Inaugurado pelo Pe. Palmeira. O prédio atualmente abriga o Museu Pedagógico Pe. Palmeira

1943

A cidade recebe o nome de Vitória da Conquista

A cidade recebe o nome de Vitória da Conquista

Conforme o Decreto-Lei nº 141 de 31/12

1945

Fim da 2ª Guerra Mundial

Fim da 2ª Guerra Mundial

No Brasil, os militares, que apoiaram o golpe de 1937, encerram a ditadura do Estado Novo e depõem Getúlio Vargas. Em Conquista, de 1945 a 1946, várias autoridades se alternam no governo municipal. Foram nomeados para administrar o município figuras como o juiz Eduardo Martins Daltro de Castro, o promotor Salvador Fernandes de Oliveira Santos, Antonino Pedreira de Oliveira e Izalto Ferraz de Araújo

1946

A nova Carta Magna

A nova Carta Magna

Os constituintes assinam a nova Carta Magna na mesa do plenário da Câmara dos Deputados Federais. Começava aí a quarta República, um período de quase 20 anos de liberdade política e pluripartidarismo

1947

Antonino Pedreira de Oliveira é eleito

Antonino Pedreira de Oliveira é eleito

Antonino Pedreira de Oliveira, eleito depois de tão longo período de ilegalidade constitucional, assumia a Prefeitura de Conquista

1949

Implantação da Real

Implantação da Real

Foi primeira linha aérea regular em Conquista

1950

Visita de Getúlio Vargas

Visita de Getúlio Vargas

Getúlio Vargas, em campanha política, visita a cidade e realiza comício

1952

Inauguração da Escola Normal

Inauguração da Escola Normal

Inauguração da Escola Normal, primeira instituição de formação profissional em Conquista, mais tarde transformada no Instituto de Educação Euclides Dantas

1961

Criação da Frente de Libertação Nacional (FLN)

Criação da Frente de Libertação Nacional (FLN)

Seção de Conquista. Integrantes: Hugo de Castro Lima, Everardo Público de Castro, Milton Gonçalves, Camillo de Jesus Lima, Péricles Gusmão Régis, entre outros. A FLN proclama-se apartidária e pregava a reforma agrária, limitação de lucro, confisco de fortunas ilícitas, reforma urbanas etc. O grupo que fez parte da Ação Libertadora Nacional era contrário a União Democrática Nacional

1962

Eleições no Brasil

Eleições no Brasil

Em todo o Brasil ocorrem eleições para governadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e vereadores. Régis Pacheco, diretor do PSD (Partido Social Democrata), indicou José Pedral Sampaio como candidato a prefeito pelo seu partido. Pela UDN (União Democrática Nacional), Jesus Gomes dos Santos; o PSP (Partido Social Progressista) indicou Jorge Stals; o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), Hugo Costa Lima. O PRP (Partido de Representação Popular) apoiou a UDN e o MTR (Movimento Trabalhista Renovador) o PSD. Esta coligação saiu vitoriosa no final das eleições

1963

Inauguração da Rio-Bahia

Inauguração da Rio-Bahia

Foi inaugurada, pelo presidente João Goulart, o popular Jango, Rio-Bahia. A rodovia havia sido iniciada no governo de Getúlio Vargas e terminada, sem o asfalto, na gestão de Dutra. O asfaltamento só começou na gestão de Juscelino Kubitschek, sendo concluído por Jango

1963

José Pedral toma posse como prefeito

José Pedral toma posse como prefeito

1964

Golpe Militar

Golpe Militar

Deflagrado em 31 de março, derruba o então presidente João Goulart. Vários políticos locais são denunciados, acusados de subversão. O grupo ligado à UDN se movimentou para tentar depor o prefeito Pedral Sampaio, sendo impedido pelo capitão Wilton Sodré Gonçalves.

1964

Chega a Conquista o Capitão do Exército, Antônio Bendochi Alves Filho

Chega a Conquista o Capitão do Exército, Antônio Bendochi Alves Filho

No dia cinco de maio, chega a Conquista o Capitão do Exército, Antônio Bendochi Alves Filho, para apurar as denúncias de subversão. No dia seguinte, são presos: o prefeito, José Pedral, Ivo Freire de Aguiar, Hugo de Castro Lima, Camillo de Jesus Lima, Péricles Gusmão Régis, entre outros. Nesse mesmo dia, sob forte escolta policial e sem a presença do público, foi realizada sessão extraordinária na Câmara de Vereadores para cassar o mandato do prefeito José Pedral e suspender os seus direitos políticos. Em seu lugar, assumiu a chefia do Executivo o presidente da Câmara, Orlando da Silva Leite

1964

O Vereador Péricles Gusmão Régis é encontrado morto

O Vereador Péricles Gusmão Régis é encontrado morto

No dia 12 de maio, o vereador Péricles Gusmão Régis é encontrado morto no quarto sanitário do Quartel da Polícia Militar. Segundo exame do legista, Hugo de Castro Lima, foram identificados cortes de lâminas de gilete na carótida e nos pulsos do vereador. O legista concluiu que a causa da morte foi suicídio. O resultado foi contestado pelos parentes de Péricles, que ao fazerem o reconhecimento do corpo observaram sinais de espancamento

1966

É fundado o Diretório Municipal do MDB

É fundado o Diretório Municipal do MDB

É fundado o Diretório Municipal do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), tendo como uns dos seus dirigentes Hugo de Castro Lima

1968

O cineasta conquistense Glauber Rocha recebe apoio para filmar seu filme

O cineasta conquistense Glauber Rocha recebe apoio para filmar seu filme

O cineasta conquistense Glauber Rocha recebe apoio do governo da Bahia para filmar “O dragão da maldade contra o santo guerreiro”. O filme é rodado em Milagres e, no ano seguinte, é exibido no Festival de Cannes-França, onde Glauber Rocha recebe o prêmio de melhor diretor

1969

Uma grande tempestade arrasa Conquista

Uma grande tempestade arrasa Conquista

1971

É implantada a cultura cafeeira em Conquista

É implantada a cultura cafeeira em Conquista

Baseada num plano do extinto IBC (Instituto Brasileiro de Café), que tinha como meta revigorar o plantio do café. Por suas condições adequadas, Conquista integrou parte do plano. Jadiel Matos, José de Oliveira Lima e Ubirajara Fernandes se destacam na luta pela implantação do projeto

1975

Eleita a primeira presidente da Câmara, Ilza Vianna Matos

Eleita a primeira presidente da Câmara, Ilza Vianna Matos

1977

Assembleia Nacional Constituinte

Assembleia Nacional Constituinte

Em 21 e 22 de outubro a Câmara Municipal discute a tese e a luta em torno da convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte

1980

Fundação da Academia Conquistense de Letras

Fundação da Academia Conquistense de Letras

1981

Inauguração da UESB

Inauguração da UESB

Inauguração da UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), com o primeiro vestibular unificado nos três campi

1981

Morre o cineasta Glauber Rocha

Morre o cineasta Glauber Rocha

Morre o cineasta Glauber Rocha, em 21 de agosto, no Rio de Janeiro

1983

Construção do CEASA

Construção do CEASA

Início da construção da Central de Abastecimento de Alimentos (CEASA). O equipamento foi construído na gestão Pedral Sampaio/Hélio Ribeiro (1983/1989) e foi inaugurada no grande comício de Waldir Pires para governador do Estado, nas eleições de 1986

1984

Manifestações populares

Manifestações populares

Grandes manifestações populares aconteceram em todo o país, reivindicando o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República, que haviam sido substituídas por um pleito indireto no Congresso Nacional durante o regime militar. Apesar da luta, os brasileiros tiveram adiado o sonho de votar para presidente da República - o que só aconteceria em 1989 Ainda assim, a campanha marcou a volta da politização da sociedade brasileira, reprimida durante ditadura, bem como deu início ao movimento que veio a culminar com a eleição indireta de Tancredo Neves à presidência, em 1985

1988

Promulgação da Constituição Cidadã

Promulgação da Constituição Cidadã

No mesmo ano, Conquista recebe a visita do então presidente da Câmara dos Deputados, Ulysses Guimarães, que também presidiu a Assembleia Nacional Constituinte, que discutiu e aprovou a Constituição de 1988

1989

A extinção do IBC

A extinção do IBC

A extinção do IBC (Instituto Brasileiro do Café) e o agravamento da estiagem no Nordeste trazem desassistência ao cafeicultor e queda da produtividade do café regional

1995

É fundado o Diário do Sudoeste

É fundado o Diário do Sudoeste

É o primeiro jornal diário da região Sudoeste da Bahia. O jornal começou com uma grande estrutura: sistemas de informação via satélite e três cadernos

1996

O médico Guilherme Menezes é eleito prefeito

O médico Guilherme Menezes é eleito prefeito

O médico Guilherme Menezes é eleito prefeito pelo Partido dos Trabalhadores, dando início a um ciclo de 20 anos de gestão do PT. Ao todo, foram cinco mandatos, alternados entre Guilherme e o ex-prefeito, José Raimundo Fontes

1997

Quebra do monopólio do sistema de transporte coletivo

Quebra do monopólio do sistema de transporte coletivo

Inicia-se o processo da quebra do monopólio do sistema de transporte coletivo. Em agosto é enviado à Câmara o Projeto de Lei 741/97, que regulamentava os sistemas de transporte e trânsito urbanos

1998

Processo da licitação do transporte coletivo

Processo da licitação do transporte coletivo

Câmara entra com liminar contra o processo da licitação do transporte coletivo

1999

Recurso da Câmara é derrubado

Recurso da Câmara é derrubado

Recurso da Câmara é derrubado pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Logo em seguida a Prefeitura publica o edital de licitação de um lote do serviço de transporte coletivo. O resultado da licitação é homologado em julho daquele ano. Em 9 de novembro o novo sistema entra em operação

1999

Conferência Municipal de Saúde

Conferência Municipal de Saúde

Realizada a primeira Conferência Municipal de Saúde, dando início ao processo de implementação da gestão plena do sistema. Com a municipalização, o sistema de saúde passa a ser gerido pelo poder público municipal

2001

Nova sede da Câmara Municipal de Vitória da Conquista

Nova sede da Câmara Municipal de Vitória da Conquista

2001/2002 - Construção e inauguração da nova sede da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, na gestão Alexandre Pereira. Um novo prédio é erguido, vizinho ao antigo sobrado Maneca Santos. No prédio histórico passam a funcionar, no térreo, a presidência, e o Memorial Câmara começa a ser vislumbrado para ser implantado no antigo plenário

2006

Conquista é contemplada

Conquista é contemplada

Conquista é contemplada com o Instituto Multidisciplinar em Saúde da Universidade Federal da Bahia (IMS), um dos campi avançados da UFBA no interior da Bahia. No mesmo ano, é inaugurado o Shopping Conquista Sul, vetor de crescimento da região sul do município

2008

Inauguração da Avenida Integração

Inauguração da Avenida Integração

Após quatro anos de obras no trecho da Rio-Bahia que corta o município, é inaugurada a Avenida Integração

2013

A Câmara Municipal devolve o mandato de José Pedral

A Câmara Municipal devolve o mandato de José Pedral

A Câmara Municipal, em audiência pública realizada em 20 de agosto, devolve, simbolicamente, a José Pedral o mandato de prefeito que a Ditadura havia cassado em 1964

2014

Reforma do antigo plenário

Reforma do antigo plenário

Na gestão Fernando Jacaré, o antigo plenário passa por uma ampla reforma e o projeto de Memorial Câmara ganha corpo

2015

iniciou-se os trabalhos do Memorial Câmara

iniciou-se os trabalhos do Memorial Câmara

Um grupo de trabalho, formado por servidores efetivos da Casa, começa os estudos para implantar o Memorial Câmara. A iniciativa partiu da própria presidência, encabeçada por Gilzete Moreira, com o respaldo da Mesa Diretora e bancadas de Situação e Oposição. O grupo realiza pesquisas, visita museus e memorias dentro e fora de Vitória da Conquista e coleta materiais históricos

2016

Inauguração do Memorial Câmara

Inauguração do Memorial Câmara

Após cerca de 18 meses de trabalho, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista inaugura o Memorial Câmara. O Memorial Câmara é um espaço público, sem fins lucrativos, criado para abrigar a memória histórica e cultural da instituição, bem como a do município, por meio de acervo documental físico e digital